Guia da Culinária Ogra - André Barcinski

Guia da Culinária Ogra – André Barcinski

Descrição do livro

Apaixonado por um bom PF de boteco, Barcinski resolveu encarar a empreitada de compilar este guia após notar a grande repercussão que um descompromissado post sobre comida boa e barata havia tido em seu blog (www.andrebarcinski.blogfolha.uol.com.br). Criou, então, um irreverente guia dedicado aos locais que servem culinária “ogra”, isto é, aqueles em que os garçons são velhos e feios e não modelos aspirantes a celebridade, ou em que a comida ocupa ao menos 85% da área dos pratos. Os restaurantes foram listados na ordem de preferência do autor, sendo os primeiros de cada capítulo aqueles que Barcinski frequenta mais – e talvez por isso o guia traga tantas pérolas escondidas pelo centro de São Paulo. “O que não quer dizer que os últimos listados não sejam também fantásticos”, diz o autor.Irreverente e interessante, cultural e antropologicamente, a publicação reúne a nata dos “mata-fome” da cidade, de acordo com os 10 Mandamentos dos templos ogros expressos por Barcinski no começo do livro-guia. Para facilitar o trabalho dos famintos, os restaurantes foram divididos em dez grupos: 1-PF e almoço, 2-Carnes, 3-Pizzarias e Italianos, 4-Japoneses e Coreanos, 5-Chineses, 6-Nordestinos, 7-Árabes e similares, 8-Lanches e salgados, 9-Petiscos e 10-Étnicos variados. E, apesar de não haver uma classificação por preços, os locais mais caros do guia estão devidamente destacados, já que a grande maioria preza pela filosofia de servir comida de qualidade e com preços justos.

Livros Relacionados